in

Júlio Cocielo é acusado de racismo, tenta se explicar, mas acaba com tuítes comprometedores vazados

Publicidade

O youtuber Júlio Cocielo se envolveu em uma polêmica daquelas, neste sábado (30), depois que resolveu fazer uma "piada" com o jogador francês Mbappé. No Twitter, o youtuber escreveu que o craque conseguiria "fazer uns arrastão top na praia", comentário que gerou muitas críticas de internautas que consideram a frase rascista.

O comentário não foi bem recebido pelos interanutas que o acusam de racismo. Com a repercussão negativa, ele apagou o tuíte e tentou se explicar dizendo que foi falta de interpretação dos que o criticavam. 

“Apaguei porque meu negócio não é ofender. Não citei nada além da velocidade dele devido ao lance do jogo, não quero treta, só deixei pra lá porque não era esse o sentido e não quero levar isso além. É isso. Não quero que confundam as coisas”, explicou o youtuber que conta com mais de 16 milhões de inscritos no YouTube.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Contudo, mesmo ter tentado explicar o comentário e ter apagado a publicação, Cocielo continuou recebndo críticas e twítes antigos do rapaz vieram à tona confirmando um pensamento preconceituoso no passado. As publicações feitas há oito anos conta com frases, como: “Gritei vai macaca pela janela e a vizinha negra bateu no portão de casa pra me dar bronca”.

Com a polêmica quase que incontrolável, Cocielo resolveu escrever uma nota de desculpas, no qual ele diz ter vergonha do que disse no passado e explica que em 2013 o contexto era outro.

"Na época esses comentários infelizes tinham uma interpretação totalmente diferente de hoje, um momento delicado. Muitas vezes fui irônico, muitas vezes estava zoando amigos, muitas vezes só queria ser o engraçadão, e são coisas que eu nem lembrava ter escrito", diz um trecho do texto de desculpas. Confira na integra:

Publicidade
Publicidade