Sobrinha de Lula ri ironicamente em depoimento e Moro rebate: ‘Desqualificada’

Sérgio Moro toma providência diante do comportamento da testemunha e chama atenção da advogada de defesa, que não contribui para o bom andamento das investigações.

Lilian Bitar, esposa de Fernando Bittar e "sobrinha" do ex-presidente Lula, realizou um depoimento muito polêmico, devido ao seu sarcasmo e ironia. A testemunha riu muitas vezes durante a oitiva das investigações da Operação Lava Jato, realizada pela Polícia Federal.

O depoimento de Lilian Bittar se estendeu por mais de vinte e cinco minutos, abordando o caso do sítio de Atibaia, gerando audiência pela forma como ela se colocou. O Juiz Sergio Moro, ao ver a situação, certamente se irritou, e com razão.

Lilian fez o depoimento cheio de ironias, de acordo com o site "O Antagonista". Além disso, a advogada de defesa insistiu em questões irrelevantes para o processo e acabou sendo criticada por Moro, que rebateu as suas colocações, vetando tudo que não estivesse em conformidade com o que era solicitado, como se ela quisesse tirar o foco do que é mais importante nas investigações.

Diante da situação, Moro afirmou que a advogada de defesa estava arrolando parentes de Lula como testemunhas que não estavam agregando nada significativo que permita o progresso das investigações. 

A advogada não concordou e disse que a obrigação de Moro é ouvir as testemunhas, mas ele respondeu que sua obrigação está muito além disso, incluindo ouvir testemunhas realmente relevantes para o processo e vetar questões desnecessárias, que tirem o foco do que é mais importante.

As investigações sobre o sítio em Atibaia continuam avançando, e ao que tudo indica Lula realmente será condenado por posse da propriedade em Atibaia.

Leia Também