ESPORTES

São Paulo não vai aumentar oferta por Marcos Guilherme; Cruzeiro e Corinthians miram o jogador

Parece que o São Paulo vai ter mais um desfalque para o segundo semestre. Além do zagueiro Rodrigo Caio que deve ser negociado com algum time europeu, o atacante Marcos Guilherme vive uma novela envolvendo o tricolor e o Atlético-PR – clube que tem seus direitos.

De acordo com o Diretor executivo de futebol, Raí, o São Paulo já ofereceu o limite para comprar 50% do jogador. A proposta foi de 2 milhões de euros, aproximadamente R$ 8,6 milhões, mas o Atlético-PR tem um valor de 3 milhões de euros estipulados em contrato.

O vínculo de Marcos Guilherme com o São Paulo se encerra no final de junho e o clube paranaense já deixou claro que não quer ampliar o empréstimo do atacante com o tricolor. A primeira parcela da oferta do São Paulo seria paga em 2019, mas parece que as chances de permanência do jogador são cada vez menores.

Após a recusa do Atlético-PR, já surgiram boatos de interesse de alguns clubes brasileiros e europeus no jogador. O Cruzeiro procurou os agentes de Marcos Guilherme para saber qual é a real situação dele no clube. Além disso, Atlético-MG, Corinthians e Amiens (França) buscaram informações sobre o atleta e aumentam a lista da sondagem.

São Paulo não vai aumentar valor da oferta

O São Paulo gastou 40 milhões em reforços para 2018, a última aquisição do clube foi Everton, que jogava pelo Flamengo, por R$ 15 milhões. Com esses gastos, é quase impossível pagar os R$ 13 milhões que o Furacão quer por 50% dos direitos de Marcos Guilherme.

Embora o Atlético-PR não tenha encerrado as negociações com o tricolor, é muito difícil que o clube aceite menos do que está em contrato ainda mais sabendo da sondagem de outros clubes. A diretoria do clube paulista não pretende aumentar a proposta e diz que o valor oferecido é o limite. 

Vale lembrar que o jogador já falou que deseja ficar no São Paulo e se prontificou a tentar intervir nas negociações.

Leia Também

TAGS

ARTIGOS RELACIONADOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

AdBlock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios.