Aluno denuncia bela professora por tirar sua virgindade no motel e detalhe choca: ‘Me ensinou tudo’

Yaira Cotto Flores tirou virgindade de aluno de apenas 14 anos, no motel.

A professora Yaira Cotto Flores, de 26 anos, foi presa, após abusar sexualmente do próprio aluno. O caso ocorreu na cidade de San Lorenzo, no Paraguai. O crime aconteceu em 2016, mas voltou a repercutir nessa semana. Na segunda-feira, 14, novos detalhes sobre a ação de Yaira voltaram a repercutir. O aluno, que não teve o nome identificado, chocou ao dar detalhes a respeito da situação. 

Professora leva aluno ao motel e é presa, no Paraguai

O aluno tinha apenas quatorze anos quando a ação abusiva ocorreu. De acordo com ele, Yaira planejou toda a ação. Ela sabia que o estudante era virgem e quis que a primeira vez do rapaz fosse especial. A docente dava aulas de inglês para o rapaz e se atraía muito por ele. Mesmo sabendo do perigo, a mulher quis seguir com o plano de tirar a virgindade do garoto. 

Yaira então o levou para um motel localizado na própria cidade de San Lorenzo, como indicou as investigações do caso. A professora, inclusive, teria ensinado o estudante a usar preservativos. Antes disso, a profissional da educação se aproximou do rapaz ganhando a confiança dele e, supostamente, criando formas de chantagem. 

Estudante diz que era virgem, quando professora o ensinou a ter relações íntimas

A professora teria até comprado remédios anti-acne par ao adolescente. Ela também, constantemente, oferecia caronas para ele. Com isso, uma relação próxima entre os dois foi se estabelecendo. A mudança de comportamento do garoto, no entanto, fez com que sua família desconfiasse de tudo. 

Não demorou muito para que a pobre bela professora fosse descoberta. Ela foi presa e teve que refletir um pouco sobre os acontecimentos. No entanto, Yaira pagou fiança e e vai responder a esse crime em liberdade. Ela pode pegar vários anos de prisão pelo que fez ao menino, que garante que ela "ensinou tudo". 

Leia Também