Lula manda recado à militância e desafia a justiça e Sérgio Moro

Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) acaba de se posicionar sobre um pedido da defesa do ex-presidente.

Um pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está sendo julgado de forma virtual, participam da votação os ministros da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal, a defesa de Lula solicita a liberdade de seu cliente. Os advogados contratados pelo petista alegam que o ex-presidente não poderia ter sido preso na data de 7 de abril, antes do prazo de apresentar os últimos recursos que ainda lhe restavam.

Plenário Virtual

A votação do pedido da defesa de Lula no STF começou na sexta-feira (04) e ainda não foi concluída. Na maioria dos casos, o recurso utilizado pelo STF de realizar uma votação virtual normalmente é utilizado para casos onde não há relevante repercussão. Ainda há alguma possibilidade de que algum dos ministros peça vista e o novo julgamento se estenda por um prazo bem maior que o normal.

Lula manda recado à militância

Mesmo preso há mais de um mês, Lula afirmou ser "candidatíssimo" à Presidência da República. O recado do petista foi transmitido pelo teólogo Leonardo Boff, um dos poucos que conseguiu visitá-lo na prisão onde está recluso e com quase todas as visitas embarreiradas.

Através de Boff, Lula ainda disse que Moro não conseguiu provar nada contra ele. Ao retratar a situação do ex-presidente na reclusão, o teólogo afirmou que Lula segue confiante em uma reviravolta, nas palavras de Boff, o ex-presidente está "entusiasmado".

Leia Também