Rouba-se como Alcapone, mas quando é preso, esperneia-se como um ‘garotinho mimado’

Recentemente, assisti um desses vídeos macabros que se viralizam nas redes sociais, onde um criminoso de um cartel de drogas mexicano, executava 3 (três) desafetos. Aos moldes e no estilo dos piores vídeos divulgado pelo Estado Islâmico, os condenados aguardavam sentados, com as mãos amarradas para trás, a hora de prestarem conta ao “todo poderoso”.

Uma cena macabra e de dar um frio na espinha em qualquer ser humano normal.

Com uma moto serra, as cabeças iam sendo decepadas, uma após a outra, enquanto sangue espirrava no rosto do próximo candidato à barbárie. O que impressionava era a “dignidade” com que os infelizes enfrentavam o seu veredito. Não havia um só choro, um só grito, um só pedido de clemência. Parecia que os condenados tinham combinado, entre eles, enfrentar com coragem e hombridade a morte que o destino tinha lhes reservado. Não desejavam dar o gostinho do desespero e da súplica aos seus algozes. Morreram como gangster que eram. Morreram como homens de coragem.

Quem se mete no mundo do crime deveria saber que caso sejam descobertos e/ou presos, uma punição lhes será imputada. Desviar recursos públicos, se apropriar dos impostos arrecadados que deveriam ser utilizados na área da saúde, educação, segurança pública e infraestrutura para comprar barcos caríssimos, helicópteros, jóias, prostitutas de luxo, os políticos brasileiros  fazem com tranquilidade. Mas na hora que precisam prestar contas à justiça…. choram e esperneiam como “garotinhos” mimados e desesperados.

E a dignidade própria? Ajam como homens seus malfeitores tupiniquins. Enfrentem com altivez e maturidade sua punição. 

Se não conseguem ser políticos honrados e honestos, pelo menos deveriam agir como mafiosos corajosos. Quanta saudade dos mafiosos italianos, ou mesmo, dos traficantes mexicanos, que souberam enfrentar como homens de verdade o seu cruel destino.

Essa situação me lembrou um antigo e útil ditado: “Pardal que anda com morcego, corre o risco de acordar de cabeça pra baixo.”

Quem não é educado adequadamente quando criança, corre o risco de espernear como um “garotinho” quando age errado na fase adulta.

O Brasil está mudando. Parabéns. Nossos filhos e netos agradecem.

Leia Também

ARTIGOS RELACIONADOS

error: Conteúdo Protegido!

AdBlock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios.