NOTÍCIASRegionais

Suspeito de grupo de extermínio em Amparo (SP) é absolvido do crime de homicídio

Na noite desta quinta-feira (17) foi concluído o júri popular em Amparo (SP), que absolveu Wagner Rosalino do crime de homicídio. No entanto, ele responderá por associação armada, calculando uma sentença de três anos e nove meses. Como ele já cumpriu quatro anos de prisão, ele ficará em liberdade. O suspeito de participar de um grupo de extermínio no interior de São Paulo trabalhava, antes de ser preso, como Guarda Municipal. Sua absolvição será recorrida pelo Ministério Público.

Juntamente com Rosalino, outros cinco policiais, entre civis e militares são acusados de formação de quadrilha desde 2012 e suspeitos, desde então, de envolvimento na morte de um homem de 29 anos, executado com 14 tiros. Uma operação realizada pelo Ministério Público em Combate ao Crime Organizado prendeu quatro suspeitos.

O grupo de extermínio

 

Três guardas municipais e um investigador foram presos no final de março de 2012. Um era morador de Santo Antônio de Posse (SP) e os outros dois da cidade de Amparo.
Todos foram levados para Campinas, onde é localizado a Corregedoria da Polícia Civil. Após novas investigações, mais dois suspeitos foram presos.  Julgados e condenados somam seis, um policial militar ainda se encontra foragido.

Leia Também

Monique

Redatora e Sócia-proprietária do 1News Brasil Contato: monique@1news.com

ARTIGOS RELACIONADOS

error: Conteúdo Protegido!

AdBlock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios.