NOTÍCIAS

Veja dicas de como transformar o seu cartão de crédito no seu melhor amigo

A maioria da população brasileira faz do cartão de crédito seu meio principal para pagar as contas, fazer compras, passear… porém ele poderá ser uma faca de dois gumes: se usado de forma correta terá um grande aliado nas despesas, sejam elas domésticas ou não, agora se usado indevidamente poderá trazer prejuízos financeiros.

Segundo uma pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) quase seis em cada dez consumidores não sabem quanto estão devendo e nem para quantas empresas devem. E o principal motivo para o nome sujo é o cartão de crédito.

Cerca de 43,4% da população passam por problemas financeiros, os empréstimos seguem na sequência,  somando 23,5%, e as dívidas em cartões de lojas varejistas somam 19,3%. De acordo com a pesquisa realizada o cartão de crédito está mais para inimigo do que para amigo de quem o utiliza.

No entanto o uso consciente e correto do cartão na hora das compras contribuirá para a redução dos números nessa estatística.

De acordo coma a consultora financeira Karina Brandalize o cartão de crédito é “um método de pagamento bastante seguro, no qual o usuário pode concentrar os gastos de forma simples. É possível programar os gastos para uma data específica e fazer o parcelamento de compras sem acréscimo de juros”, orienta a consultora.

Entretanto, Karina Brandalize afirma que é preciso tomar cuidado e prestar a atenção para que os cartões de crédito não virem um pesadelo na vida financeira, pois possuem juros altíssimos caso tenham o pagamento atrasado.

A consultora dá dicas para o bom uso do cartão de crédito

1 – Não tenha muitos cartões. O recomendável é ter no MÁXIMO dois, pois assim será possível controlar com mais facilidade suas compras.

2 – Anote todas as compras que fizer e controle todas elas ao longo do mês. Dessa forma, sua fatura do cartão de crédito não sairá do limite do seu planejamento financeiro.

3 – Nas compras parceladas procure observar se os meses que se sucederam não terão gastos extras. Em janeiro, por exemplo, temos despesas com IPTU e outros impostos. É importante adiar compras supérfluas caso seus próximos meses já estejam comprometidos.

4 – Controle seu impulso. Procure não comprometer todo o limite do cartão com gastos desnecessários, pois o cartão de credito é uma excelente ferramenta para emergências.

 

5 – Defina um valor máximo para gastar no cartão de crédito, tentando sempre ficar abaixo deste limite. É necessário ter em mãos as anotações dos gastos, e para isso pode-se usar algum aplicativo, planilha ou até mesmo o bom e velho caderninho. Isso vai ajudar você a não se perder nas parcelas, podendo analisar seu limite antes de uma nova compra. 

Leia Também

Marli Prado Ulprist

Jornalista, assessora de imprensa e sócia - diretora do 1 News Brasil, formada há mais de 10 anos em comunicação social com habilitação em jornalismo. Amo a minha profissão e escrever é o que mais gosto, é mais que um hobby, é muito amor envolvido em cada matéria. Para entrar em contato comigo mande um e-mail para marli@1news.com.br

ARTIGOS RELACIONADOS

error: Conteúdo Protegido!

AdBlock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios.