BrasilNOTÍCIAS

Famosa marca de roupa brasileira é condenada a pagar R$ 6 milhões por trabalho escravo

Já ouviu falar na M.Officer? Pois bem, a marca que pertence ao grupo M5 Têxtil Indústria e Comércio foi condenada a pagar uma indenização totalizando R$6 milhões por submeter trabalhadores a condições análogas à de escravidão.

Adriana Prado Lima, juíza do trabalho, acatou a argumentação dos procuradores do Ministério Público do Trabalho após ser movida uma ação pública contra a empresa. Ficou determinado para que a empresa pague uma quantia de R$4 milhões por danos morais coletivos e mais R$2 milhões por dumping social, que é quando a empresa se beneficia dos custos baixos da mão de obra para praticar concorrência desleal. 

De acordo com o relatório dos procuradores, os funcionários eram submetidos a jornadas exaustivas, em ambiente impróprio, correndo sérios riscos de saúde e segurança. A condenação ainda cabe recurso, mas se for condenada, o valor da sentença será destinado ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Nenhum representante da M5 foi encontrado para comentar a decisão da Justiça.

Leia Também

Nellysson Silva

Sócio-fundador do portal 1News Brasil. Quer falar comigo? Fique à vontade: nellysson@1news.com.br

ARTIGOS RELACIONADOS

error: Conteúdo Protegido!

AdBlock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios.