NOTÍCIASPolítica

Lula e Temer são convocados por Moro para serem testemunhas de defesa de Cunha

O juiz federal Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, deferiu o requerimento que os advogados do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) apresentou na ação movida contra ele para que seja incluído como testemunha de defesa o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e o presidente Michel Temer (PMDB).

Conforme o despacho do documento de Moro Lula deverá ser ouvido “preferencialmente por videoconferência”, em 30 dias e Temer poderá escolher entre “depor presencialmente ou por escrito” num prazo de 5 dias.

Serão ouvidos na Lava Jato também o pecuarista José Carlos Bumlai, o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, lobista Hamylton Pinheiro Padilha e o ex-senador Delcídio do Amaral. A audiência está marcada para o dia 22 de novembro às 14h.

 

Os advogados de Cunha não disseram os motivos para convocar Lula e Temer. Eles citam a “imprescindibilidade” de ouvir essas testemunhas afirmando que a quantidade de pessoas chamadas para serem ouvidas é justificada pelo número “de fatos imputados” ao réu.

Leia Também

Marli Prado Ulprist

Jornalista, assessora de imprensa e sócia - diretora do 1 News Brasil, formada há mais de 10 anos em comunicação social com habilitação em jornalismo. Amo a minha profissão e escrever é o que mais gosto, é mais que um hobby, é muito amor envolvido em cada matéria. Para entrar em contato comigo mande um e-mail para marli@1news.com.br

ARTIGOS RELACIONADOS

error: Conteúdo Protegido!

AdBlock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios.