OpiniãoVARIEDADES

La Casa de Papel lança a sorte em seu final eletrizante (sem spoiler)

Com todas as peças no tabuleiro, é o imponderável que dá a cartada final na tomada da casa de moeda.

As máscaras de Dalí caíram e o surrealismo do golpe à casa da moeda ficou para trás na primeira temporada. Todas as cartas estão na mesa na segunda e empolgante temporada de La Casa de Papel, grande sucesso e hype da tv espanhola dos últimos anos. Literal e figurativamente, os disfarces caíram um a um, e dos dois lados do jogo as motivações ficaram claras, e todos jogadores identificados.

 

Se a série pecou em alguns momentos por uma narrativa arrastada, um pouco enfadonha, o equilíbrio do lado policial e do lado dos atracadores (assaltantes em espanhol), tanto em suas virtudes como em seus vícios, ganhou destaque em sua reta final e deixou claro que todo bom planejamento, nesse caso de décadas, não está imune ao imponderável, e a sorte de cada um e de todos os envolvidos está por um fio, como a vida real. Paixões inesperadas, doenças, acidentes, vaidade, ego, toda a quintessência da existência humana põe abaixo qualquer fruto do intelecto, nesse caso o planejamento do assalto à casa de papel, que fica mais parecendo um castelo de cartas no seu final.

 

Falar que o final é romântico ou realista seria estragar o mesmo, mas o que se pode sim falar é que se trata de uma conclusão na qual as escolhas de cada um são determinantes para os destinos individuais e dos grupos, nos quais não há vítimas nem heróis, somente pessoas que são a soma de suas escolhas e de seus personalidades, respondendo todos ao principal ator da série, que é o imponderável ou o inesperado, o que certamente faz valer assistir à essa bela série.    

Leia Também

Benedito Villela Alves Costa Junior

A escrita surgiu da vontade de dividir meus pensamentos com os outros, sou um contador de histórias apaixonado por filmes, séries, livros e música. Admirador das artes em geral. Colunista, articulista, palestrante, professor e advogado por profissão. Wonderlust. Estou sempre aberto à críticas, sugestões, idéias e outros pontos de vista. Deseja falar comigo? É fácil: mande um e-mail para beneditovillela@1news.com.br. Ah, importante, aqui não tem SPOILERS. Entre e sejam bem vindos.

ARTIGOS RELACIONADOS

AdBlock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios.