SaúdeVARIEDADES

Febre amarela: vacina fracionada é contraindicada em alguns casos

Ministro da Saúde, Ricardo Barros, diz que não há risco de desabastecimento da vacina contra a febre amarela.

Imunização contra a Febre amarela com a utilização de doses fracionadas da vacina começa em fevereiro nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia. O Ministério da Saúde diz haver 360 casos suspeitos da doença, desde julho de 2017. A campanha conta com a verba de R$ 54 milhões.
A campanha foi criada devido a constatação da circulação do vírus em novas áreas no país. A meta é vacinar 95% dos 19,7 milhões de habitantes das regiões selecionadas.
O ministro da Saúde, Ricardo Barros, garante que a dose fracionada da vacina é eficaz no combate à doença. Em São Paulo, o Dia D de Vacinação está marcado para 3 de fevereiro. O plano prevê a aplicação de doses fracionadas em 53 municípios paulistas. As autoridades de saúde do estado pretendem vacinar 6,3 milhões de pessoas.
Nos estados do Rio de Janeiro e Bahia, a campanha acontece entre os dias 19 de fevereiro e 9 de março em municípios escolhidos por seus governos estaduais.

Febre Amarela no Brasil

A doença é transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti e considerada erradicada no Brasil desde 1942. Após o surgimento de novos casos, o governo brasileiro reforça o combate à Febre Amarela no Brasil. O Ministério já liberou R$ 15,8 milhões para o combate da doença em São Paulo. O Ministério da Saúde anuncia a liberação de R$ 30 milhões para o rio de Janeiro e R$ 8,2 milhões para Bahia, em fevereiro.

Vacina fracionada

A vacinação com dose fracionada é recomendada para crianças a partir dos 2 anos. A dose-padrão será aplicada a crianças de nove meses a dois anos; pessoas com condições clínicas especiais; gestantes; viajantes ao exterior.
A vacinação não é recomendada a pessoas em tratamento de câncer, com imunodepressão ou alérgicos à proteína do ovo.

Veja o anuncio da campanha feita por integrantes do Ministério da Saúde:

Bahia na Lupa”>

Leia Também

ARTIGOS RELACIONADOS

error: Conteúdo Protegido!

AdBlock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios.