FamososTV E FAMOSOS

Descubra a verdadeira razão que levou Adela Noriega a abandonar sua carreira artística

A atriz, modelo e apresentadora desapareceu do mundo artísitico há quase dez anos, em uma época que vivia o auge da fama.

Adela Noriega é bem conhecida no México e em países árabes. No Brasil, ela se tornou a eterna Cristina de O Privilégio de Amar, trama exibida quatro vezes pelo SBT e com René Strickler vinte anos mais jovem. A atriz participou de novelas no México, Colômbia e Estados Unidos.


Após um contrato de seis anos com a Televisa, a atriz simplesmente desapareceu do mundo artístico. A atriz teria se afastado da TV por conta de um drama pessoal. Adela teria vivido um romance com o ex-presidente do México, Carlos Salinas de Gortari, quando ele ainda era casado com Cecilia Occelli.


Da relação dos dois, Adela teria ficado grávida. Quando estava no hospital para dar à luz, Cecilia Occelli teria entrado no local e começado a agredir a atriz. Carlos havia colocado uma escolta para proteger Adela e quando os seguranças viram Cecilia, quase aconteceu uma tragédia, pois eles foram obrigados a intervir e retirar a ex-primeira-dama de cima de Adela. Após essa briga, Cecilia e Carlos se separaram, mas fingiram que estavam casados, até que o mandato de Salinas chegasse ao fim.


Cecilia exigiu que Adela saísse do país para evitar um escândalo e então a moça foi para os Estados Unidos com o filho. Lá ela permaneceu por alguns anos. Pouco antes de morrer, Emilio Azcárraga Milmo, um dos donos do grupo Televisa, garantiu um contrato de exclusividade por vários anos para Adela. Foi então que ela gravou novelas que ficaram na história da dramaturgia mexicana, como O Privilégio de Amar. O filho da atriz ficou nos Estados Unidos com a irmã de Adela, que teria criado o menino como seu filho.


O romance de Adela e o presidente rendeu rumores na imprensa mexicana, mas por se tratar do cargo máximo da política do país, não era possível se aprofundar no assunto, de forma que nunca houve confirmações dessa infidelidade de Salinas. Anos após ele encerrar seu mandato, Rafael Loret de Mola, um jornalista mexicano, escreveu uma biografia da vida secreta de Salinas, ocasião em que fala de Adela em um dos capítulos.


O contrato milionário de Adela com a Televisa durou até 2008. Logo após o encerramento do trabalho, ela se mudou para os Estados Unidos e nunca mais aceitou nenhuma proposta para retornar para a TV. Durante todo esse tempo longe da mídia, surgiram rumores de que ela estaria desaparecida. Nesse ano, Adela reapareceu em uma rede social, mas deixou claro que não é a mesma pessoa do passado e que não tem qualquer interesse em retornar para a carreira artística. Não se sabe nada sobre sua vida pessoal, incluindo sobre o seu filho ou se chegou a se casar com outra pessoa.

Leia Também

ARTIGOS RELACIONADOS

error: Conteúdo Protegido!

AdBlock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios.