DietasVARIEDADES

A dieta do tipo sanguíneo funciona?

O que dizem os cientistas sobre o método que promete ser eficaz na luta contra a balança.

A dieta do tipo sanguíneo está entre as queridinhas do momento e é vista como uma ótima forma de emagrecimento e melhora da saúde. Apesar de ter sido divulgada no Brasil recentemente, ela já vem sendo utilizada em outros países desde 1996, quando Peter D’Adamo publicou um livro chamado Eat Right 4 Your Type, traduzido para o português como A Dieta do Tipo Sanguíneo.


Para D’Adamo cada tipo sanguíneo processa os alimentos de forma diferente e isso pode facilitar ou dificultar a adesão do indivíduo a determinados tipos de dieta. Com base nisso, ele criou listas de alimentos benéficos, neutros e nocivos para cada um dos quatro tipos de sangue (A, B, AB e O). Os alimentos nocivos devem ser cortados do cardápio, os neutros consumidos com moderação e os benéficos podem ser consumidos diariamente. Mas será que esse método realmente funciona? O que os cientistas dizem a respeito dele?


Um estudo publicado no periódico The American Journal of Clinical Nutrition mostrou que alguns tipos sanguíneos são mais vulneráveis a certas doenças e que variações genéticas podem gerar respostas diferenciadas às dietas específicas. Contudo, a pesquisa revelou também que foram feitos poucos estudos sobre essa metodologia e que os resultados encontrados até então não são o suficiente para comprovar sua eficácia.

 

Dietas malucas e seus malefícios para a saúde

 

A busca pela estética perfeita que é tão incentivada pela mídia e grande parte da sociedade, tem feito com que muitas pessoas busquem por dietas mirabolantes e esquecendo assim da saúde, focando apenas na perca de peso e não no emagrecimento saudável. As dietas malucas oferecem às pessoas um emagrecimento rápido de 10 a 15 quilos por mês, mas na sua grande parte essas dietas fazem com o que se perca o musculo e não a gordura, devido à deficiência de nutrientes, isso acontece pela restrição de vários alimentos. Seguir esse tipo de dieta pode trazer problemas de saúde, como por exemplo, anorexia nervosa, ansiedade, queda de cabelo, pele seca, problemas intestinais, compulsão alimentar, depressão, entre tantos outros.


As dietas do ovo cozido, da lua, da banana, da sopa e outras mais, na sua maioria têm grandes deficiências em vitaminas e minerais e apresenta um alto índice de calorias, que são armazenados como gordura pelo cérebro, esse processo se chama mecanismo de compensação. Por isso é preciso entender que perder peso (carência de vitaminas, minerais, perda de massa magra, de agua e outros fatores) é totalmente diferente de emagrecer ( perca de gordura e preservação da massa magra).


O ideal é procurar por um profissional da área ou ser adepto da reeducação alimentar, que consiste em diminuir as porções e se alimentar de maneira mais saudável, deixando o prato bem colorido, mas evitando o excesso. Os exercícios físicos são sempre um ótimo aliado para um emagrecimento saudável, respeitando sempre os limites do corpo.

Leia Também

ARTIGOS RELACIONADOS

error: Conteúdo Protegido!

AdBlock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios.