MundoNOTÍCIAS

Ex-procurador é condenado a 135 chibatadas por desvio de dinheiro público

Saeed Mortazavi, ex-procurador-geral de Teerã foi condenado a 135 chibatadas, de acordo com divulgação feita pela imprensa iraniana na tarde da última quarta-feira. Das 135 chibatadas, 70 são pelo desvio de bens públicos e as outras 65 por negligência e desperdício de bens públicos.

Mortazavi, nomeado à frente da Previdência Social no governo do ex-presidente conservador Mahmoud Ahmadinejad (2005-2013), teve seu cargo suspenso definitivamente em 2014 após o envolvimento na morte de três manifestantes após a reeleição de Ahmadinejad. Ele publicou uma carta com pedidos de desculpa pelo ocorrido em setembro do ano passado. Além de todas essas acusações, ele também é alvo de sanções dos EUA por “violação grave dos direitos humanos” durante os sete anos em que foi procurador. Também é acusado da morte na prisão de uma fotojornalista iraniano-canadense, Zahra Kazemi, em 2003.

O que você achou da sentença aplicada ao ex-procurador? Esse tipo de condenação daria certo no Brasil? Deixe seu comentário abaixo.

 

Leia Também

Nellysson Silva

Sócio-fundador do portal 1News Brasil. Quer falar comigo? Fique à vontade: nellysson@1news.com.br

ARTIGOS RELACIONADOS

error: Conteúdo Protegido!

AdBlock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios.