PL que pretendia transformar paredões de som em patrimônio cultural é vetado

O projeto foi proposto por um vereador paraense, mas o prefeito de Belém vetou a medida.

Por: Daniela Conceição Brito 11/10/2017 - 23:35/ Editado em 12/10/2017 - 07:50
Reprodução/G1
Compartilhar

Zenaldo Coutinho, prefeito de Belém (PA), vetou integralmente o projeto de lei que pretendia transformar paredões de som em patrimônio cultural imaterial do Município de Belém.

O projeto é de autoria de Mauro Freitas (PSDC), vereador e presidente da Câmara do município. De acordo com o prefeito, o projeto de lei proposto pelo vereador desrespeita dois artigos da Lei Orgânica da cidade de Belém.

No dia 26 de setembro, a Promotoria de Justiça do Meio Ambiente e Patrimônio Cultural de Belém enviou um comunicado ao prefeito Zenaldo Coutinho, recomendando que o projeto de lei fosse vetado pelo poder executivo da cidade.

Segundo Zenaldo, o reconhecimento dos sons automotivos estilizados como patrimônio cultural de Belém não se baseia em nenhuma referência cultural da cidade e não deixará nenhum legado para a população paraense.

Com o veto, o projeto retornará para a Câmara Municipal dos vereadores de Belém, onde o veto do poder executivo poderá ser confirmado ou uma nova votação promulgará o projeto.

Leia Também


Daniela Conceição Brito

Redatora com foco em internet e curiosidades

Comentários


VENHA FAZER PARTE DO
1NEWS BRASIL

O Portal 1News Brasil é a primeira plataforma
de jornalismo independente 100% brasileira.

Alcance milhares de leitores com artigos relevantes
Ganhe dinheiro com os acessos em seu artigo
Utilize suas redes sociais para divulgar seus artigos
e faturar cada vez mais

Cadastre-se e Comece a Ganhar



Entrar Fechar

Esqueceu a senha?