Youtubers Felipe Neto e Luccas Neto são dois personagens grotescos e retrógrados

Qualquer curioso que quiser fazer uma busca no YouTube vai perceber que Luccas Neto era um jovem bastante reverente nos seus primeiros vídeos, assim como Felipe Neto. Porém, com o passar do tempo, ambos perceberam que a naturalidade não estava rendendo tanto quanto eles almejavam.

É, ninguém investe no YouTube querendo ser um canal pequeno pelo resto da vida, e Felipe já tem quase mil vídeos na plataforma, denotando um crescimento gigantesco do canal e o surgimento de milhões de fãs. Mas e a qualidade do conteúdo, como está? Péssima. No final de julho ambos criaram o canal Irmãos Neto, em que o papel de Felipe se resume a pedir que Luccas pare de fazer bagunça na casa e exibir as façanhas do irmão. Luccas, por sua vez, mantém o personagem criança (até quando?) e segue o baile. Como se não bastasse dois marmanjos com a síndrome da mongolice estarem em alta, o público fã é fielmente amante e os defende a ferro e fogo, chamando os críticos de haters, invejosos, e/ou dizendo “se não gosta, por que assiste?”.

O fato é que qualquer pessoa pode assistir a qualquer vídeo para formar uma opinião a respeito de outras pessoas. O conteúdo online é diversificado e forma ou ajuda a formar conceitos sobre pessoas que usem-no para influenciar um público alvo. Já está evidente que os adultos protagonistas desta crítica têm como público alvo as crianças. É fácil manipular uma criança, é fácil fazê-la gastar um absurdo com ligações e chorar caso os pais ou responsáveis intervenham. A youtuber Marcela Tavares publicou em seu canal um vídeo criticando a promoção NetoLand. Nele, Marcela comenta que Felipe e Luccas poderiam usar da influência que eles têm com patrocinadores para fazerem tal promoção sem custo algum para eles e para as crianças.

O Youtuber Rogerio Betin publicou um vídeo mostrando que gastou quase R$6,00 para participar da promoção, com uma ligação de apenas 31 segundos. Ou seja, os Irmãos Neto enriquecem cada vez mais, três crianças são escolhidas, uma vai para a Disney com dois acompanhantes, e milhões se frustram. Milhares de internautas comentaram as críticas de Marcela dizendo que os pais precisam estar atentos aos seus filhos e isso só mostra o baixo nível mental dos admiradores dos irmãos Neto.

Isso porque, Marcela fala sobre os pais ficarem atentos no vídeo dela, e além dessa questão, é muitíssimo válido lembrar que quando uma criança é alienada por vídeos em uma plataforma digital, caso pais ou responsáveis tentem intervir, a criança, caso não tenha idade ainda para o total entendimento das questões levantadas pelo adulto que a aconselha, ficará extremamente frustrada. Mas dinheiro nunca é demais, não é? Doa a quem doer! 

Além dessa promoção ridícula, o famoso clickbait, tão criticado pelo Felipe, parece que não é um problema quando usado em seu canal. Publicar um vídeo com o título “Felipe matou Luccas? Empurrou escada abaixo!” com uma encenação barata é ultrapassar o ridículo, é se estabelecer no imponderável. Ambos têm muito potencial, sim, mas gritar, criar personagens, agir como crianças e ser completamente artificiais não é o caminho lúcido para o sucesso digno, mas já que está dando certo… É Brasil…

Ainda sobre a NetoLand, dizer “quanto mais ligar, mais chances você tem de ganhar” demonstra o baixo nível praticado no canal, que bateu recorde de tempo para um milhão de inscritos sob uma cultura lamentável, com muita alienação. O Bom Dia & Cia, por exemplo, também (obviamente) cobra ligações, mas há um horário, há dias específicos e o controle dos pais ou responsáveis é específico. Mas e se a moda pega no YouTube? Ninguém fala nada, ninguém quer briga com fãs crianças alienados e sem argumentos, entretanto caso a promoção seja um sucesso, não será uma surpresa na semana seguinte dezenas de canais apostarem da mesma estratégia para lucrarem bastante. É Lamentável.

Pais, fiquem atentos!

Vocês, internautas, querem vídeos leves? Querem conteúdo de qualidade e interativo dignamente? Tem de sobra. Lucas Lira, Kaio Oliveira, Windersson Nunes, Franklin Medrado, Felipe Castanhari e muitos outros.

Leia Também

Lucas Morais

Redator do 1News com passagens por outros notáveis portais brasileiros. Escreve desde 2013 e tem como primor a música latina.

ARTIGOS RELACIONADOS

error: Conteúdo Protegido!

AdBlock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios.