Atila Da Silva-Rebelião em presídio de Manaus deixa 60 mortos e vários feridos
Foto: G1- Sistema carcerário

Decapitações, reféns e vários feridos foi o balanço da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária

Por: Atila Da Silva
02/01/2017 - 21:20

LEIA TAMBÉM: PROFESSORA É FILMADA FAZENDO SEXO COM ALUNO E É SURPREENDIDA PELOS PAIS. ASSISTA.

Sessenta mortes foi o resultado contabilizado pela Secretaria Estadual de Administração Penitenciária em uma das maiores rebeliões do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus. A penitenciária que abrigava o triplo de presos para a qual foi projetada, abrigava 1.224 detentos segundo um levantamento feito no dia 30 de dezembro de 2016, sendo que, sua capacidade máxima era de 454 vagas e estava excedida em 170%.

Entre os mortos estavam integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC), e detentos que foram condenados por estupros. A facção Família do Norte (FDN), teria comandado a rebelião.

Esta quantidade de presos mostra bem a realidade do sistema carcerário do estado. O número de encarcerados no Amazonas estava em um total de 10.356 detentos, segundo o levantamento, número que excede em 190% da capacidade total suportada em todos os presídios.

Foram registrados pelo estado em um período de 24 horas, um total de três rebeliões. O senhor Alexandre de Moraes, ministro da justiça, realizou uma viajem para o Amazonas para fazer uma reunião com o diretor do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), Marco Antonio Severo, e o senhor José Melo de Oliveira, governador.


comentários

VENHA FAZER PARTE DO
1NEWS BRASIL

O Portal 1News Brasil é a primeira plataforma
de jornalismo independente 100% brasileira.

Alcance milhares de leitores com artigos relevantes
Ganhe dinheiro com os acessos em seu artigo
Utilize suas redes sociais para divulgar seus artigos
e faturar cada vez mais

Cadastre-se e Comece a Ganhar



Entrar



Esqueceu a senha?