Primeiras impressões da 7ª temporada de Game of Thrones

O MINISTÉRIO DOS SPOILERS ADVERTE – ESSE POST PODE CONTER SPOILERS.

A temporada começa menos de 15 dias após o último episódio, no qual vemos Arya Stark fazendo a limpa com o restante dos freys – e ai acabam as respostas. De fato não haverá a presença de Lady Stoneheart, a versão zumbi Walking dead de Cat Stark, e seu trabalho está sendo feito pela filha.

A série passa a explorar então a posição de Jon Snow como rei do norte e as contestações de Sansa Stark, provocando um aumento de tensão que certamente irá culminar em alguma decisão mais para frente.

Já em Porto Real temos um estranhamento entre Jaime e Lannister, cada vez mais distantes, e a chegada de um prepotente Euron Greyjoy para pedir a mão de Cersei em casamento, e quando negado, promete retornar com presentes.

Paralelamente é mostrada em uma sequência bem editada da vida de capacho de Sam na cidadela – ele que foi em busca de conhecimento e somente teve penicos para limpar. Ao final, uma voz, um perfil e uma mão queimadas que lembram muito Stannis Baratheon, pergunta: “Daenarys já chegou?”. Isso e a possível descoberta de uma montanha de vidro do dragão – informação vital a Jon Snow.

E assim a série mostra Kaleesy chegando à Pedra do Dragão, no castelo onde nasceu – belas tomadas dão a percepção da grandiosidade do momento – finalmente a rainha de sangue volta a Westeros – e diante do trono daquele reino, imediatamente o contorna e vai para a sala de guerra, incitando seus generais – e os expectadores – a começar a Guerra dos Tronos.

 

Leia Também

Benedito Villela Alves Costa Junior

Contador de histórias apaixonado por filmes, séries, livros e música. Colunista, articulista, palestrante, professor e outras coisitas mas. Wonderlust.

ARTIGOS RELACIONADOS

error: Conteúdo Protegido!

AdBlock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios.