NOTÍCIAS

ONU aceita recurso de Lula e intima o Brasil

Os advogados de defesa do ex-presidente petista Luís Inácio Lula da Silva apresentaram nesta quarta uma nota da ONU na qual a instituição aceita um recurso do ex-presidente contra a atuação do magistrado curitibano Sérgio Moro, responsável pela condução dos processos que correm na Operação Lava Jato.

O episódio da condução coercitiva de Lula, acrescido a divulgação pública dos grampos telefônicos que envolviam o líder petista e de funcionários do “Instituto Lula”, fizeram com que a ONU aceitasse o recurso da defesa pelo que consideraram “juízo de valor”, que teria sido cometido por Sérgio Moro, antes mesmo que o ex-presidente fosse levado a julgamento.

A petição contra o juiz federal estava aguardando um posicionamento da ONU desde junho deste ano. A assessoria de imprensa de Sérgio Moro se pronunciou através do portal ‘UOL’, dizendo que o juiz seguirá da mesma forma quando foi questionado assim que a defesa do ex-presidente o acionou na ONU, segundo eles, Moro não irá comentar sobre o caso.

Agora que um juiz foi intimado para ‘dar esclarecimentos’ a Organização das Nações Unidas, o Governo brasileiro é oficialmente intimado a se manifestar oficialmente e relatar o ‘caso Lula’, no prazo de dois meses. “Avançamos mais um passo na proteção das garantias fundamentais do ex-presidente”, afirmou a defesa. 

Leia Também

ARTIGOS RELACIONADOS

error: Conteúdo Protegido!

AdBlock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios.